Qual a melhor forma de aproveitar o gado Canchim no cruzamento industrial?

No quadro Giro do Boi Responde do dia 23 de março, Alexandre Zadra respondeu mais uma dúvida de telespectadores do programa. Dessa vez foi um criador de Minas Gerais, que queria saber se é melhor usar touro Canchim ou fazer inseminação com reprodutores da raça. Confira!

Pergunta:

O Canchim carrega as vantagens do Charolês, tem adaptação ao clima quente, garantindo a cobertura mesmo no clima tropical. Qual a sua recomendação do uso do touro ou sêmen de Canchim na pecuária de diferentes partes? Valentim Suchek – Taiobeiras (MG)

Resposta:

A raça Canchim tem em sua formação ⅝ de sangue europeu, Charolês, e ⅜ de sangue Zebu. Ela é um bimestiço e eu considero o gado Canchim o bimestiço de melhor adaptação ao Brasil. A raça foi desenvolvida aqui na Embrapa de São Carlos (SP), e vem sendo trabalhada pelos criadores para melhorar a cada dia mais sua adaptabilidade com animais de pelo mais curto.

COBERTURA DO TOURO CANCHIM

O touro Canchim cobre bem a campo. Além disso, as fêmeas meio-sangue Canchim x Nelore também devem ter aproveitamento dentro da porteira. O Canchim cobre bem no pasto no Brasil tropical. […] E a fêmea meio-sangue Canchim x Nelore deve ser aproveitada como reprodutora. Essa fêmea que eu chamo de 31, porque ela tem 31% de sangue europeu […], é muito boa e deve ser mantida no rebanho para ser uma boa matriz.

A vaca Canchim x Nelore tem outras características além da habilidade materna. Ela tem uma boa habilidade materna e, depois de duas ou três crias, você pode abatê-la muito pesada. Isso é uma grande vantagem quando a gente precisa fazer caixa com as vacas que a gente determinar que não entrarão em reprodução por conta de peso já.

CONDIÇÃO PARA O TOURO CANCHIM

O touro Canchim pode melhorar sua produtividade na cobertura a campo com um reforço na nutrição. Então o Canchim vai muito bem como touro. É lógico que se o pasto tiver sombreamento e um lote não muito grande de fêmeas, é melhor. Afinal de contas, ele é ⅝ europeu e tem um metabolismo um pouquinho acima do meio-sangue. Ele produz calor endógeno acima do meio-sangue, produz mais calor endógeno. Então é um metabolismo quente, um animal que tem um metabolismo rápido. Portanto ele vai precisar de alguma raçãozinha, se for possível, para que trabalhe melhor ainda no campo.

Ressalto mais uma vez a opção de manter as fêmeas de cruzamento industrial no rebanho. As fêmeas meio-sangue Canchim x Nelore são muito boas, pode aproveitar.

Assista a resposta completa de Alexandre Zadra:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *